O processo de compra e venda de veículo usado envolve dois serviços, realizados, respectivamente, pelo vendedor e pelo comprador do veículo: a Comunicação de Venda e a Transferência da Propriedade.

Para realizar estes serviços, é necessário um documento chamado Autorização para Transferência de Propriedade (ATPV), que será assinado pelo comprador e pelo vendedor do veículo.

Quem possui o CRV no formato antigo (em papel moeda) pode utilizar a ATPV que está localizada no verso.

Caso você tenha realizado, entre os dias 18 e 30 de dezembro de 2020, algum serviço que exija o CRV (recibo/DUT), incluindo o serviço de Transferência de Propriedade do Veículo, clique aqui.

Quem registrou ou alterou o registro do veículo a partir de 2021 pode obter a ATPV de duas formas:

  • Formato Digital (Venda Digital)
  • Formato impresso

Segunda via do CRV. Agende atendimento, clicando aqui.

 

Saiba como preencher corretamente a ATPV situada no verso do antigo CRV (ver ilustração).

Imagem de guia de preenchimento da ATPV

 

A ATPV em formato digital (eletrônico) está disponível no aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT).

Quando a ATPV é preenchida e assinada eletronicamente, as vantagens são as seguintes:

  • Não é mais necessário ir cartório para realizar a assinatura perante o tabelião nem para fazer o reconhecimento de firma das assinaturas.
  • A Comunicação de Venda acontece automaticamente.

Importante

Mesmo que seja no formato digital, as duas últimas etapas da Transferência de Propriedade são feitas presencialmente pelo comprador do veículo: Vistoria e Atendimento pós-vistoria.

Saiba se você está apto a realizar a Venda Digital e como fazer, clicando aqui.

Para obter a ATPV impressa, agende atendimento, clicando aqui.

A ATPV deve ser solicitada pelo vendedor do veículo, que, ao comparecer ao DETRAN-PE, deve informar:

  • Nome, endereço, CPF e e-mail válidos, dele e do comprador do veículo.

Somente a partir do momento em que a Comunicação de Venda é realizada, o antigo proprietário fica isento de qualquer responsabilidade administrativa, civil, ou criminal relacionada ao veículo como débitos, multas e outras penalidade. Saiba mais, clicando aqui.

A Transferência de Propriedade deve ser realizada por quem comprou o veículo, em no máximo 30 dias, contados a partir da data da assinatura da ATPV. Caso isso não aconteça, o comprador do veículo receberá uma multa aplicada pelo sistema do DETRAN-PE.

Saiba como realizar a Transferência de Propriedade do veículo, clicando aqui.

No caso de atendimento presencial

  • Original e cópia de documento oficial de identificação, com foto e em bom estado de conservação e CPF. No caso de empresa (Pessoa Jurídica), acrescentar o CNPJ com contrato social ou estatuto e ata de nomeação da diretoria (original e cópia).
  • Original e cópia do comprovante de endereço. 
  • O vendedor do veículo, que, ao comparecer ao DETRAN-PE, deve informar: nome, endereço, CPF e e-mail válidos, dele e do comprador do veículo.

No caso da Venda Digital (pelo aplicativo CDT), a ATPV é preenchida, assinada e reconhecida eletronicamente.

Se o novo proprietário do veículo não realizar a Transferência de Propriedade em até 30 dias, o antigo proprietário terá 60 dias para realizar a Comunicação de Venda.

Segunda via de CRV
R$ 97,76

Autorização de qualquer natureza
R$ 40,61

Vistoria por veículo (até 09 lugares ou 3500Kg)
R$ 59,27

Vistoria por veículo (mais de 09 lugares ou mais de 3500Kg)

R$ 72,91

Este atendimento pode ser realizado por procuração. Acesse o modelo da Procuração e as regras, clicando aqui.

CONSULTA OU CANCELAMENTO DE AGENDAMENTOS E SERVIÇOS

Para consultar ou cancelar serviços e agendamentos clique no botão abaixo

Consultar ou cancelar

Consulta de CNH e de Veículos

Para consultar informações relativas à CNH,
informe seu CPF.
Para consultar informações relativas ao veículo,
informe a placa.

Informe um CPF ou PLACA válido!

Acompanhe o andamento de processos relativos a Veículos, Habilitação e Infrações, além de avisos sobre pendências e prazos.

Consultar protocolo

SEMPRE ALERTA