• Para agendar atendimento, acesse 
  • Para realizar este atendimento, acesse o serviço online de Recurso para Sinistro.
  • O veículo envolvido em acidente deve ser avaliado pela autoridade de trânsito ou seu agente, na esfera das suas competências estabelecidas pelo CTB, e ter seu dano classificado.
  • Antes de se dirigir ao DETRAN para realizar o serviço, é necessário procurar a Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos (DPRFV) e passar por uma vistoria.
  • Base legal: Resoluções 362/2010 e 544/2015 do CONTRAN, regulamentadas pela Portaria 2472/14 do DETRAN-PE.

 Importante

  • O proprietário do veículo, com “dano de grande monta”, poderá solicitar reenquadramento para “dano de média monta”. 
  • Caso a solicitação seja atendida, o DETRAN-PE irá alterar a restrição administrativa no cadastro do veículo para dano de Média Monta.
  •  Para consultar a lista de taxas de serviços referentes a Veículos, acesse 
  • Para consultar a lista de taxas de serviços referentes a Carteira de Habilitação, acesse 

No caso de veículo com danos de média monta:

  • Original e cópia ou cópia autenticada de documento oficial de identificação, com foto e em bom estado de conservação e CPF. No caso de empresa (Pessoa Jurídica), acrescentar o CNPJ com contrato social ou estatuto e ata de nomeação da diretoria (original e cópia).
  • Comprovante de endereço atualizado do proprietário.
  • CRV original.
  • Laudo de Vistoria Veicular do DETRAN-PE ou Vistoria Lacrada do DETRAN de outro estado (UF).
  • CSV (CERTIFICADO DE SEGURANÇA VEICULAR) - emitido por uma Instituição Técnica Licenciada (ITL).
  • Original da nota fiscal do serviço com informações do veículo (placa, RENAVAM e nome do proprietário). 
  • Notas fiscais originais da compra das peças com informações do veículo (placa, RENAVAM e nome do proprietário).
  • BOAT (Boletim do acidente de Trânsito).
  • Requerimento Padrão do DETRAN-PE.

No caso de veículo com danos de grande monta:

  • Original e cópia de documento oficial de identificação, com foto e em bom estado de conservação e CPF. No caso de empresa (Pessoa Jurídica), acrescentar o CNPJ com contrato social ou estatuto e ata de nomeação da diretoria (original e cópia).
  • Requerimento, devidamente assinado pelo proprietário do veículo.
  • CRV (recibo do veículo) original.
  • Laudo, emitido por engenheiro legalmente habilitado, acompanhado de fotos ilustrativas do veículo mostrando as partes danificadas e acompanhado de Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) devidamente preenchida e assinada pelo engenheiro e pelo proprietário do veículo ou seu representante legal.