ACESSO RESTRITO

Exclusivamente para credenciados e parceiros devidamente cadastrados no DETRAN-PE.

Banner
Banner
Banner

Informações sobre Comprovante de Residência

Os comprovantes de endereço que podem ser trazidos para realização de serviços no DETRAN-PE são os seguintes:

  • Contas de água, energia ou telefone.
  • Correspondência expedida por órgãos oficiais das esferas Federal, Estadual e Municipal, comprovadamente recebida, via Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, cuja identificação (nome e endereço do titular) esteja impressa diretamente no próprio documento.
  • Correspondência expedida por instituições bancárias públicas ou privadas, administradoras de cartão de crédito, comprovadamente recebida, via Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, cuja identificação do requerente (nome e endereço do titular) esteja impressa diretamente no documento.
  • Cartão do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica – CNPJ, em se tratando de pessoa jurídica de direito privado.
  • Contrato de locação de imóvel residencial, devidamente preenchido e com reconhecimento de firma em cartório, tanto do locador quanto do locatário.
  • Declaração de empregador com reconhecimento de firma em cartório do sócio ou diretor da empresa, informando o local de residência do empregado, juntamente com a carteira de Trabalho e Previdência Social – CTPS devidamente assinada ou com a apresentação do contrato de trabalho.

Importante

  • Os comprovantes de endereços devem ter no máximo 03 (três) meses de expedição.
  • Também será exigido o comprovante de endereço do representante legal do usuário.
  • Mediante comprovante do grau de parentesco, é possível trazer comprovante de endereço em nome dos pais, filhos, cônjuge ou companheiro.
  • Em caso de cônjuge ou companheiro, é obrigatória a apresentação da Certidão de Casamento ou Escritura Pública de União Estável.
  • Não será aceito comprovante de endereço impresso via internet ou que apresente informações incompletas.
  • Os comprovantes de endereço devem ser apresentados em sua forma original, acompanhados com as respectivas fotocópias.
  • A falsa declaração de domicílio, bem como o uso de documentos falsificados para fins de registro, licenciamento de veículos ou habilitação de condutores sujeita o responsável às sanções previstas no Código de Trânsito Brasileiro – CTB e no Código Penal.